domingo, dezembro 20, 2015

Eleições gerais espanholas 2015: resultados eleitorais

Resultados das eleições legislativas espanholas, para o "Congreso de Diputados" e "Senado"...

Para o Congresso elegiam-se 350 deputados, sendo necessários 176 para a maioria absoluta. 
Estão neste momento contados mais de 99% dos votos.
O sistema eleitoral espanhol favorece os partidos mais votados em detrimento dos menos votados na distribuição dos votos, num cenário em que existem partidos regionalistas, estes com menos votos no total de Espanha, mas concentrados nas regiões onde concorrem, com menos votos no total, elegem mais deputados...
Para formar um grupo parlamentar em Espanha são necessários obter mais de 5% dos votos.

Sigam a contagem dos votos aqui.

Partido Popular (PP): 28,71% - 123 mandatos
Partido Socialista Obrero Español (PSOE): 22,02% - 90 mandatos
Podemos: 20,65% - 69 mandatos
Ciudadanos (C's): 13,93% - 40 mandatos
Izquierda Unida (IU): 3,67% - 2 mandatos
...

Brancos: 0,75%
Nulos: 0,89%

Abstenção: 26,79%

A Izquierda Unida, sendo a 5.ª força com mais votos a nível nacional, com mais de 900 mil votos, vê-se ultrapassada pelos partidos regionalistas como a ERC (9), DiL (8), PNV (6) e EH BILDU, que elege também 2 deputados, mas com 1/3 dos votos da IU.
Bipartidismo posto em cheque em Espanha, confirmando os resultados das últimas europeias e das últimas eleições regionais e locais, realçando-se a derrota generalizada dos partidos nacionalistas, com as excepcões da ERC e do PNV.
O PP espanhol ganhou as eleições, mas tal como em Portugal, o partido de direita no Governo perdeu a maioria absoluta, tal como em Portugal o maior partido da oposição, o PS, os socialistas do PSOE não foram os maiores beneficiados da queda estrondosa do direita governamental, com o PSOE a ver posto em causa a sua posição pelo Podemos.
Um cenário à portuguesa é cada vez mais previsível, sendo que as contas pós-eleitorias parecem ainda mais dificeis...
O PP ganhou, mas pode não governar, já que o mais provável alidado para um acordo de Governo, o Ciudadanos, somados os mandatos aos do PP não chegam para obter a maioria dos deputados no "Congreso de Diputados", sendo necessário um terceiro e um quarto suporte parlamentar e não se vislumbra quem possa ser...
Falhada a hipóstese do PP, o PSOE no 2.º lugar, a quem não basta somar os seus deputados aos do Podemos, nem eventualemente da Izquierda Unida, teria de contar com o apoio do Ciudadanos ou da ERC ou quem sabe de quem...
Há sempre a hipótese duma "grande coligação", PP e PSOE, a qual não passará de mera hipótese matemática, tal como em Portugal esse cenário, com PSD, PP e PS, verdadeiramente não chegou a ser equacionado.

Sigam aqui a noite eleitoral:
RTVE
Cadena Ser
Onda Cero 
El País 
El Mundo
ABC
Público
El Periódico
La Razón
La Vanguardia 
La Voz de Galicia 
El Correo Gallego

Etiquetas: , , , , , , ,

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home

Divulgue o seu blog! Blogarama - The Blog Directory Blogarama - The Blog Directory TOP 100 WEBLOGS